ANIMES / QUE VIRARAM FILMES PELA NETFLIX

Olá minha gente hoje vou falar de Animes ótimos que viraram merda de filmes da Netflix eu me pergunto como conseguem estragar tanto ? Um Anime gente não pra entender Bom olhei Death Note :
Bom gente quando a Netflix avisou que ia fazer uma adaptação de Death Note, eu já sabia o que aconteceria, uma chuva de críticas, mesmo que fosse a cópia fiel do filme que não foi nada parecido . O elenco é todo de atores não-asiáticos e achei super estranho na verdade a mudança de perfil deles . Nenhum problema já que a amo levar em conta que é uma adaptação livre e não uma reprodução da história original, e ela se passa nos EUA. Quanto a trama, traz muitos gêneros e eles são mal trabalhados. A personagem Mia não tem a ver com a história original (ainda bem), já que a mesma é irritante e sem personalidade mas mesmo assim  achei errado colocar um personagem que não tem nada haver com o anime mas entendo ou tento né. O Kira consegue imprimir um tom adolescente e revoltado, e principalmente calculista mas não um gênio do Anime. Tudo isso faz do filme ok, sem falhas mas sem grandes feitos de fato . Nada excepcional e nada terrível mas mesmo assim ficou totalmente diferente do Anime me decepcionou mas já estava esperando por isso por que vamos e viemos , se já tentaram fazer filmes de jogos e cagam e imagina Animes . Esse filme é de 2017 tem duração de 1 h e 40 min .
Seattle, Estados Unidos. Light Turner (Nat Wolff) é um estudante brilhante que, um dia, encontra um caderno que repentinamente cai do céu. Trata-se do Death Note, que permite ao seu portador matar qualquer pessoa que conheça a partir da mera anotação do nome do alvo numa de suas páginas. Sob a influência de Ruyk (Willem Dafoe) que coisa mais horrível gente vocês não tem noção fizeram ele para um filme de terror eu acho , o dono do caderno, Light passa a usá-lo para eliminar criminosos e pessoas que escaparam da justiça até aí ok né . A súbita onda de assassinatos faz com que ele seja endeusado por muitos, que o apelidaram de Kira, mas também atrai a atenção de um enigmático e também brilhante detetive, chamado L (Lakeith Stanfield) cagou todo o personagem fiquei assim gente esse é o L?? juro que senti falta do L do Anime que não fizeram nada parecido só a parte do doce e olhe lá. Eu não fiquei nada feliz com esse filme . Confesso não fiquei feliz muito por que o L no filme é negro, sendo que no anime ele era branco (óbvio, ele era japonês), e consequentemente foram considerados racistas que claro que eu não sou fui criada pelo meu padrasto que é negro enfim . Eu também não gostei do L no filme, mas não tem a ver apenas com a cor da pele (o que seria um motivo muito vazio e preconceituoso na minha humilde opinião). Como eu disse, o L tinha características especiais que faziam dele o personagem favorito de todos os fãs como eu . Tirando apenas duas delas (o cabelo e a cor da pele), o personagem já não era mais o mesmo. Sem falar que no filme o L era muito histérico e sentimental, e no Anime ele nunca gritava. O tom dele era geralmente monótono e ele era um tanto quanto depressivo, pois não tinha amigos, mas mesmo assim outro gênio. Mas se engana quem acha que o L foi o único personagem que foi estragado: o Kira era um gênio no anime também , porém, no filme, ele era um bostinha que precisava da Mia ,ele é fraco, não era estrategista como o personagem original fazia as coisas acontecer do jeito que ele queria senti falta disso no filme. Também No anime, Raito tem uma família completa: mãe, pai e até uma irmã (só que ele passa mais tempo no quarto do que com eles). No filme, ele não tinha mãe pois a mesma havia morrido de forma trágica, e ele se sentia chateado com o pai, pois achava que o mesmo havia agido com desdém em relação à morte dela. E ele não tem irmã. No anime, a Mia não existe. Raito não dividia seu segredo com ninguém (a não ser seu shinigami) até a segunda temporada né gente , quando surgiu um segundo Kira e ele descobriu que era uma mulher: Misa Amane. Ela era pouco inteligente na realidade . No filme, tem toda uma relação romântica e traiçoeira com a tal da Mia achei legal mas ao mesmo tempo achei que não seguiram o Anime e isso me decepcionou . Mas enfim vamos pro
Segundo filme FULLMETAL ALCHEMIST  OFilme : esse filme é desse ano possui 2h e 15 min

Bom gente quando soube que a Netflix anunciou a compra dos direitos de distribuição do live-action de Fullmetal Alchemist eu me preocupei e dize a meu deus mais um anime estragado , Então, antes de qualquer coisa, é bom lembrar que esse longa não tem semelhança com Death Note em qualquer circunstância. Fullmetal Alchemist se inspira muito no anime e respeita, para o bem e para o mal, suas raízes japonesas e fiquei super feliz com isso não mudaram os personagens nem nada a unica coisa que mudou foi o cabelo da Winry. A história se baseia livremente na série Brotherhood, que conta a história dos irmãos Edward e Alphonse, jovens que buscam a Pedra Filosofal para recuperar o próprio corpo após uma tentativa mal-sucedida de ressuscitar a mãe por meio de rituais proibidos de alquimia. No meio disso, o filme apresenta personagens que manipulam vários elementos, organizações criminosas também à procura da pedra e criaturas criadas a partir de uma mistura de ciência com fantasia. Várias sequências e personagens do filme são idênticas ao anime, a começar pela dupla protagonista e alguns trechos da cena final. Em termos de fidelidade visual, não há muito do que reclamar. Apesar do exagero das perucas que uma hora achei que ia cair e dos efeitos especiais às vezes precários, a proposta é bem executada até por sinal melhor do que o Death Note . Tudo fica dentro de um contexto lógico quando se vê as atuações caricatas e como os personagens reagem com exaltação a todo momento. É preciso assumir que a adaptação foi feita com o intuito de levar para a vida real o mesmo tom do anime. E nesse aspecto, Fullmetal é eficiente. O roteiro tem altos e baixos, principalmente quando tenta explorar os principais dramas da obra - o relacionamento entre os irmãos e a discussão sobre vida eterna. Ed e Alphonse flutuam entre a comédia e o melodrama diversas vezes e são o coração da trama e do Anime também . A cena da briga entre os dois é a melhor do filme e exemplifica bem como a adaptação entende o impacto e dilema da dupla, que está presa em uma questão que vai além da recuperação dos corpos. Existe fracasso, raiva e muita culpa envolvida na relação entre eles - e isso é bem representado na tela só olhando filme para entender. Quando Fullmetal começa a misturar as organizações policiais, os cientistas e os homúnculos é que perde a mão. As explicações de planos e as justificativas dos vilões duram longos minutos, quase sempre com diálogos super expositivos. E o pior de tudo é que várias dessas justificativas poderiam ser feitas com imagens e não somente falas intermináveis. É outra característica do anime? Sim, mas essa não precisava ser transposta. O ritmo fica arrastado e dá ênfase a muito detalhe desnecessário pelo menos foi o que eu achei . Enfim Fullmetal Alchemist é uma adaptação digna e fiel às origens por um milagre . Existem mudanças em relação à história original como sempre tem né pode se perceber , mas elas são razoáveis até pelo menos eu como fã achei e não comprometem o desenvolvimento dos protagonistas ou do núcleo principal. O maior erro do filme talvez seja se prolongar em explicações e tramas paralelas, fazendo com que a importância dos principais embates do roteiro se diluam. Por outro lado, não é nada que um fã de anime não esteja acostumado a ver em outras adaptações ou mesmo nos seriados que é fato gente mas esse filme da mas pra engolir do que o filme do Death Note . Enfim gente é isso aí o post bjs e até a próxima beijinhos e até mais ...

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.